Dicas / Blog

15 Erros Fatais para você NÃO cometer no LinkedIn



Um bom Marketing Pessoal pode fazer milagres pela sua carreira e o LinkedIn é uma das ferramentas mais utilizadas que seu perfil profissional seja conhecido online. Mas qualquer deslize e lá se vai sua marca pessoal. Ninguém quer isso, não é?

A imagem que você está passando no LinkedIn bloqueia ou alavanca oportunidades para você e sua carreira? Bom... se não está alavancando, deixo aqui algumas dicas que podem estar impedindo você de ser visto. E quem não é visto, não é lembrado. Não é o trabalho todo, mas já vai fazer uma boa diferença.


Ter um bom perfil e uma boa visibilidade no LinkedIn pode te posicionar melhor na ferramenta e abrir portas para as pessoas certas.


Descubra aqui alguns dos ERROS FATAIS que você não pode cometer contra si mesmo, pois prejudicam imensamente sua imagem profissional.


1. DEIXAR SEU TÍTULO EM BRANCO ou inserir expressões como “em busca de recolocação”, “desempregado” ou “aluno da ...”



Quando alguém procura por uma pessoa no LinkedIn, utiliza na pesquisa palavras-chave relacionadas à vida desse profissional.

No seu Título, insira sua função
ou cargos que pretende ocupar,
sua área de atuação e principais habilidades.

2. TER FOTO INADEQUADA OU NENHUMA FOTO



Não deixe seu perfil sem foto. Facilite ser encontrado. Vale a pena caprichar na produção para não afastar as pessoas ou parecer um profissional ruim.


Segundo o LinkedIn, usuários com foto de
perfil obtêm até 21 vezes mais exibições
de perfil e 9 vezes mais solicitações de contato.

As pessoas querem ter uma conexão mais humana, associando o conteúdo escrito com sua imagem. Passe uma impressão positiva utilizando uma foto.

Use um plano de fundo que não distraia. O foco é VOCÊ.

  • Garanta que seu rosto ocupe a maior parte da imagem. Você tem que ser identificado mesmo quando a foto estiver em miniatura.

  • Sorriso e expressão amigáveis, olhando para a câmera! Você está olhando para seu melhor cliente, para vender seu melhor produto: VOCÊ.

  • Esteja vestido para ir trabalhar no emprego que você quer.

  • Apareça sozinho. Nada de filho, cachorro, viagem... O perfil é profissional e seu!

  • Não use fotos editadas, cortadas e tremidas (dá pra perceber e fica feio).

  • Cuidado com os filtros. As pessoas precisam reconhecer você quando encontrarem pessoalmente (recrutadores principalmente).

Não fez nada disso e amou sua foto? Use. Seja você mesmo! Se não der certo, volte aqui.

Você tem foto, mas ela não aparece? Vá na edição da foto e corrija a Visibilidade.


3. RESUMO EM BRANCO (SOBRE)

Não economize em conquistas, experiências, formações, vivências internacionais, projetos e trabalhos voluntários.


Procure entrar na cabeça de quem você quer atingir (recrutadores, gestores, headhunters, clientes) e utilize as palavras-chave eles usam em suas buscas para ser localizado com mais facilidade.

  • Escreva em primeira pessoa para transmitir personalidade e energia.

  • Crie espaços em branco entre os parágrafos para que a leitura não fique cansativa.

  • Foque em seus resultados e conquistas, aprendizados e experiências! Mostre fatos e dados, se tiver.

4. NÃO DESCREVER AS ATIVIDADES EXERCIDAS NAS EMPRESAS


Ao fazerem o Currículo, muitas pessoas apenas listam suas tarefas e funções como se fosses suas experiências. Às vezes fica parecendo a descrição de uma vaga ou um job description.


Mas o que os recrutadores e gestores da vaga querem saber é se você é realmente bom no que faz.

  • Detalhe suas experiências profissionais ressaltando conquistas, prêmios, reconhecimentos, resultados, fatos e dados. Passe informação suficiente para que quem está lendo gostar do que leu e querer saber mais (chamar você para uma entrevista).

  • Mostre as habilidades que possui e utilizou para alcançar os resultados.

  • Use verbos de ação. Elencar tarefas não é um diferencial e não vai vender os seus talentos.

  • Não esqueça de utilizar as palavras-chave relacionadas à vaga.

  • Destaque projetos/atividades em que você participou: como participou e resultados alcançados pelo projeto. Você estava lá, fez parte, contribuiu e vivenciou! Todos os participantes são importantes.




5. NÃO RESPONDER MENSAGENS OU COMENTÁRIOS

Canso de enviar mensagens inbox aqui na rede e não obter resposta dos profissionais. Perde quem não lê ou não responde.


Eu respondo às mensagens que me enviam, inclusive nos comentários. Agradeço muito também. É a minha forma de respeitar minha rede e meus seguidores, além de dar atenção a quem realmente precisa.


Diariamente reservo um tempo para responder a todas as mensagens que recebo. Não perco oportunidades e não deixo ninguém perder por minha causa. Tempo é tudo e isso é networking de verdade.


6. ENVIAR CURRÍCULO POR MENSAGEM OU ALEATORIAMENTE


Não envie currículo sem conhecer a pessoa e pedir permissão antes. Networking a gente constrói todo dia. É como ficar amigo dos vizinhos desde o dia em que se muda para o condomínio. Você começa pedindo algo emprestado ou faz um bolo e oferece um pedaço para se apresentar? Talvez o vizinho venha lhe oferecer água ou ajuda no dia da mudança. Ponto para ele. Aproveite e já comece a praticar a política da boa vizinhança.


Assim é o networking digital. Você procura por pessoas que tem afinidade com você, oferece o que tem, se coloca à disposição e começa a fazer a sua parte: produção de conteúdo e relacionamento (curtir, comentar, compartilhar). E as coisas começam a acontecer.


Nada de sair enviando currículo inbox ou por e-mail para seus contatos sem ter um relacionamento com a pessoa que baseie essa confiança, certo?

Quando você precisar, já terá a quem pedir ajuda. Já terá uma rede de apoio, pronta para te estender a mão. Ah... ainda não tem? Comece a construir. Sempre oferecendo, participando, para poder pedir depois.


7. FALTA DE PROFISSIONALISMO ONLINE

Como é seu comportamento na internet? Cuide da sua imagem.

Segundo o LinkedIn, em 2022, 70% dos recrutadores irão selecionar candidatos pelas softskills (competências comportamentais)
  • 43% dos empregadores utilizam as redes sociais para pesquisar candidatos.

  • 51% dos empregadores que verificaram candidatos nas mídias sociais, os desclassificaram. *

*Recruiterbox, #FirstInHR: Resume Red Flags to Look For


8. NÃO INTERAGIR COM AS PESSOAS


O propósito do LinkedIn é que você se relacione com outras pessoas. Portanto, crie e mantenha uma rede de contatos interessante e interaja com eles. Isso mostra que você está fazendo networking e está atento ao que seus colegas estão fazendo.

NÃO USE A PLATAFORMA APENAS COMO UM MURAL PARA SEU CURRÍCULO.
  • Publique sobre suas realizações profissionais, seus conhecimentos, livros e cursos que tem feito, vivências, artigos que levem para seu site (se tiver), textos que achou interessante etc.

  • Participe de grupos de sua área de interesse! Compartilhe, proponha temas de discussão.

  • Observe o o engajamento através de suas atualizações e identifique oportunidades de conectar-se com as pessoas.


9. DESONESTIDADE

Não exagere na formação ou nas responsabilidades assumidas. Confira referências e histórico. Tudo será checado pelas empresas!

As mentiras mais comuns:

  • 40% dos candidatos inflacionam seus salários

  • 30% exageram nos cargos

  • 30% alteram datas de emprego*

10. ERROS GRAMATICAIS E DE DIGITAÇÃO


Erros de gramática, acentuação e pontuação, além de uma formatação poluída, mostram que você não tem atenção a detalhes. Lembre-se de que, para muitos, a primeira impressão é a que fica. Então, se uma empresa encontra essas falhas, suas chances de encontrar uma oportunidade de emprego podem diminuir consideravelmente.

58% dos currículos apresentam erro de digitação!*

* Inc., 85 Percent of Job Applicants Lie on Resumes Here’s How to Spot a Dishonest Candidate

11. TER INFORMAÇÕES INCONSISTENTES COM SEU CURRÍCULO


Se suas informações profissionais online e offline estão diferentes, tais como erro no nome da empresa, no período de permanência em cada uma ou resultados alcançados, pode trazer uma quebra de confiança antes de ser estabelecida.


Garanta informações consistentes em todos os seus perfis públicos, online e offline!


12. NÃO DAR IMPORTÂNCIA ÀS COMPETÊNCIAS


Com apenas 5 competências cadastradas você já aumenta em 27 vezes as chances de ser encontrado pelos recrutadores. E você pode cadastrar até 50 competências!

  • Cadastre seus pontos fortes e no que se destaca nas empresas onde trabalhou.

  • Inclua hardskills e, principalmente, softskills (competências técnicas e comportamentais).

13. NÃO SOLICITAR RECOMENDAÇÕES


Não apresentando recomendações você está perdendo boas oportunidades de aumentar sua credibilidade.


Peça recomendação a qualquer pessoa com quem tenha trabalhado diretamente com você, um cliente, gestor, parceiro, fornecedor, um par ou subordinado.



Personalize a mensagem de solicitação, explicando a razão desse pedido e sendo recíproco ao se oferecer para recomendá-lo também, reforçando alguma característica que seja verdadeira e útil para ele(a).


14. PARECER DESESPERADO

Recrutadores buscam TALENTOS e não desempregados que precisam desesperadamente trabalhar.


  • Não deixe seu perfil nem seu comportamento dentro do LinkedIn passar a impressão de que você está desesperado, implorando por um emprego ou pedindo um favor.

  • O que os recrutadores querem saber é como você pode contribuir com a empresa delas na vaga oferecida.

  • Arregace as mangas e mostre suas principais conquistas e competências!

15. SE EXPOR DEMAIS SEM NECESSIDADE

Se você precisa visualizar frequentemente o perfil de uma pessoa, seja discreto e configure seu perfil no modo privado.

  • Para ficar anônimo você deve ir no seu perfil no canto superior direito, em Configurações e Privacidade / Visibilidade / Visibilidade do seu perfil e da rede / Opções de visualização de perfil / Escolha Modo Privado - Usuário anônimo do LinkedIn.




Gostou? Envie seu comentário.


Cris Moutella

Carioca apaixonada por gente e desenvolvimento profissional, há mais de 35 anos atuando com Pessoas, Gestão, Treinamento e Desenvolvimento nas áreas de TI, Marketing, Digital e Negócios. Mentora de Carreira, LinkedIn e Marca Pessoal. Criadora do grupo de vagas Precisamos Trabalhar e dos materiais gratuitos da Trilha da Recolocação®️.


Entre em contato - linkedIn.com/in/crismoutella - Instagram @crismoutella - Canal Youtube



É proibida a cópia parcial ou total desse conteúdo sem a autorização expressa do autor. Lei 9610/98.



Posts recentes

Ver tudo