Dicas / Blog

Mulher, Amanhã Você vai Comemorar o Quê?



Dia 8 de março é Dias das Mulheres e, para quem não sabe, 15 de julho é o Dia dos Homens. Nunca vi comemorações para eles por aqui, não que eu acho que devesse ter. Para mim, dias comemorativos são apenas lembretes da importância de pessoas ou momentos que não devem ser esquecidos em dia nenhum.


Mas por que o das mulheres causa tanto rebuliço? Já no tempo das cavernas não estávamos restritas a cuidar dos filhos. As mulheres também cuidavam do cultivo e da colheita de grãos, produção de alimentos, confecção de ferramentas e utensílios, pinturas rupestres, além da caça com lanças e armadilhas*.




Mas a história rolou e tivemos matriarcado, patriarcado, guerras, inovações e as mulheres foram gostando de fazer coisas que nunca tinham feito. Alguns homens não gostaram. Outros amaram, porque perceberam que juntos eram melhores. Um complementava o outro no que antes faziam em separado.


Teve mulher cujo poder subiu-lhe à cabeça. Teve homem admitindo que preferia ter sido mulher, mulheres mais livres para amar quem quisessem, pessoas que gostam de gente e pessoas que até agora não entenderam nada.


Há os que ainda dão flores e bombons no dia das mulheres, mas pagam salários mais baixos e não as respeitam. Existem os que não contratam mulheres com filhos pequenos, mas nada perguntam aos homens.


Eu acho que fui premiada na vida. Trabalhei em várias empresas, solteira, casada, juntada, casada de novo, com filho, grávida, gorda, magra, mulher, personalidade “difícil”, mas nunca tive problema com nada disso. Por que?


Perdi meu pai com 15 anos e eu era a filha mais velha de 3 irmãs. Fomos criadas para sobreviver às intempéries da vida, sem contar com homem nenhum, e crescer para sermos independentes financeiramente. Isso mudou tudo.


Nunca passou na minha cabeça que eu precisaria de um marido para ser feliz, apesar de eu ter encontrado dois companheiros maravilhosos. Mas nunca foi parte de um plano, assim como ser mãe. As coisas foram simplesmente acontecendo.


Então, quando vejo uma data para comemorar ser mulher, mas ainda vejo vocês apanhando do marido e sendo assediadas e desrespeitadas dentro das empresas, eu acho que o esforço, as flores e os bombons deveriam ir para quem não teve essa mesma sorte.


Sozinha eu faço diferença. Imagine nós, todas juntas, TODOS OS DIAS!


MULHER, DIGA NÃO

  • ao assédio moral,

  • às agressões físicas,

  • ao desrespeito no ambiente de trabalho,

  • às perguntas invasivas nas entrevistas de emprego,

  • ao salário mais baixo,

  • e a tudo o que você acredita ser indigno da sua pessoa.


ESTUDE E CRESÇA!

Você é muito mais forte do que pensa.


* Conheça 5 mulheres de destaque da Pré-história: https://www.youtube.com/watch?v=JPu1tcDthY8

#juntassomosmaisfortes #empoderamentofeminino #violenciacontramulher #euposso


Gostou? Envie seu comentário.



Cris Moutella

Carioca apaixonada por gente e desenvolvimento profissional, há mais de 35 anos atuando com Pessoas, Gestão, Treinamento e Desenvolvimento nas áreas de TI, Marketing, Digital e Negócios. Mentora de Carreira, LinkedIn e Marca Pessoal. Criadora do grupo de vagas Precisamos Trabalhar e dos materiais gratuitos da Trilha da Recolocação®️.


Entre em contato - linkedIn.com/in/crismoutella - Instagram @crismoutella - Canal Youtube



É proibida a cópia parcial ou total desse conteúdo sem a autorização expressa do autor. Lei 9610/98.



Posts recentes

Ver tudo