Dicas / Blog

Como se sair bem em uma entrevista virtual



A entrevista de emprego é um dos momentos mais temidos dos candidatos. Além de controlar o nervosismo, é preciso focar na postura, ser objetivo nas respostas e mostrar que seu perfil, competências e habilidades estão alinhados ao que a empresa está buscando.


A PREPARAÇÃO


Se você não quer perder a oportunidade, precisa se preparar com antecedência para conseguir mostrar o seu valor e conquistar o entrevistador. Improvisar é muito arriscado e a preparação pode fazer toda diferença.


Como para a entrevista presencial, pesquise sobre a empresa, sua missão, seus valores e o papel da vaga dentro da organização. Entenda seu segmento de atuação, sua posição em relação à concorrência e leia sobre ela na imprensa. Tente se colocar no lugar da função para “sentir” a responsabilidade e o prazer de fazer parte. Como você se sente trabalhando lá? Por que você gostaria de trabalhar nessa empresa?


Tudo começou com seu currículo, que já foi selecionado e guiará a entrevista. Seja consistente com o que escreveu, porque chegou a hora de detalhar e explicar seus resultados, experiências, habilidades e conhecimentos. A questão agora é dar match pessoal com o entrevistador, mostrando sua habilidade de se expressar, sua autenticidade e forma de se comunicar.


O autoconhecimento é um dos pontos relevantes da entrevista. Saiba contar a sua história de forma objetiva, adequada à vaga e interessante ao recrutador. Treine previamente uma apresentação de 2 a 3 minutos para responder a um possível “Fale sobre você”. Conte sobre seus resultados, dos benefícios e legados que deixou nas empresas. Que diferença você fez por onde passou?



AMBIENTE E APRESENTAÇÃO PESSOAL


Escolha um local bem iluminado e o mais silencioso possível. Se a entrevista for durante o dia, opte pela luz natural.


Procure ter o apoio das pessoas no local onde será a entrevista. Assim, você evitará ruídos e interrupções. Caso ocorra, desculpe-se e peça um instante para fechar a porta, falar com alguém ou tomar alguma providência. Cachorros, crianças, obras, vizinhos e imprevistos são normais, mas em hipótese nenhuma grite ou perca a postura.


Vista-se como se fosse a uma entrevista presencial ou como se fosse trabalhar na função a qual concorre.


Permaneça sentado de frente para a câmera, com fundo neutro ou discreto. Quem tem que chamar a atenção é você, não um objeto ou um móvel. Posicione seu equipamento e enquadre a câmera de forma que fique na altura dos seus olhos.


TESTE O APLICATIVO


Informe-se sobre o aplicativo que será utilizado na entrevista. Entre os mais usados estão Skype, Zoom, Hangout, Whatsapp, Google Meet ou semelhantes. Defina também o dispositivo, como celular, notebook ou tablet. Prefira utilizar fones de ouvido para escutar melhor.


É importante testar o aplicativo com outra pessoa antes da entrevista. Verifique a internet, áudio, fone, iluminação e enquadramento da câmera. Simule uma entrevista para aprender a utilizar o aplicativo e não passar vergonha na hora da entrevista.


Mesmo com todos os cuidados, alguma coisa pode dar errada como, por exemplo, a conexão falhar. Nesse caso, simplesmente desculpe-se e peça, por favor, para o recrutador repetir o que você perdeu.


A ENTREVISTA


Comece sendo pontual. Seu senso de responsabilidade será avaliado pela pontualidade ao participar de um processo seletivo. E continue com “Olá, tudo bem, vocês estão me ouvindo? Minha imagem está boa?” Não custa nada perder uns segundos testando a qualidade da conexão.


Estando tudo ok, cumprimente o recrutador e agradeça pela oportunidade. Gentileza é sempre bem-vinda. Basta um bom dia, boa tarde, como vai, obrigado pela oportunidade ou agradeço pelo tempo de vocês. Um gesto simples que faz muita diferença.


Linguagem Corporal


· Responda às perguntas falando devagar e um pouco mais alto do que o normal. Por isso a importância de testar o áudio antes.


· Procure manter a coluna reta e não se esqueça de manter a câmera na altura dos olhos. Não precisa ficar encarando o recrutador, mas procure fazer contato visual nas horas certas. Olhares cabisbaixos demonstram indecisão, discordância ou insatisfação. Se houver mais de um recrutador, divida seus olhares de acordo com quem está falando.


· Braços cruzados mostram falta de paciência ou desinteresse. Mantenha as mãos visíveis. Para relaxar, você pode apoiar os cotovelos na mesa e cruzar as mãos à sua frente. Dessa forma você demonstra que está relaxado e “desarmado”. Não mostrar as mãos ou cruzar os braços pode indicar tensão.


· Para indicar interesse no que o recrutador estiver falando, incline-se levemente para a frente, como você já deve fazer quando alguém fala sobre algo que chama sua atenção. Dê sinais de que concorda com o que o entrevistador está dizendo fazendo movimentos discretos de concordância com a cabeça.


· O segredo é brilho nos olhos! Demonstre que está motivado e engajado com a oportunidade. Ninguém gosta de conversar com alguém afundado na cadeira ou que não demostra entusiasmo, mas tome cuidado com expressões faciais e corporais que demonstram questionamento, medo, insegurança, surpresa, susto ou animação exagerada. Um sorriso e uma postura adequada durante toda a entrevista transmite segurança e naturalidade.


Dicas


Durante a entrevista, serão testados alguns pontos importantes do seu comportamento e personalidade. São perguntas que vão definir o seu futuro no processo seletivo.


· Honestidade: Pergunta sobre se você está participando de outro processo seletivo ou qual o motivo da sua saída do último emprego. Conte a verdade. É muito provável que o recrutador já saiba a verdade.


· Adaptação: É uma das competências interpessoais mais importantes do seu processo de seleção. Podem perguntar, por exemplo, sobre uma ocasião em que lhe pediram para fazer algo que você nunca havia feito e como você reagiu.


· Melhoria constante: Pergunta tipo qual é o seu maior defeito. Responda com uma verdade e, em seguida, diga como está se esforçando para melhorar. Exemplos: Sou ansioso ou não sou pontual.


· Liderança: Querem analisar se você pode inspirar, motivar e revelar o potencial de outras pessoas. Pode pedir, por exemplo, para você descrever uma situação onde teve que convencer alguém a fazer alguma coisa do seu jeito. O que você fez e quais foram os resultados?


· Cooperação no Trabalho em Equipe: Mesmo que não perguntem nada a respeito, é sempre bom mostrar que você se relaciona bem com pessoas de perfis diferentes. Quando falar de um trabalho feito em grupo, ao invés de dizer EU fiz, diga NÓS ou NOSSA EQUIPE. É o suficiente para passar essa informação.


· Ambição: Quando lhe perguntam como você se vê daqui a X anos, na verdade querem saber se você tem ambição de galgar novas posições e assumir lideranças na empresa. Isso é muito importante! Pessoas com ambição querem se desenvolver adquirindo autonomia e assumindo novas lideranças.


Respire!


Durante a entrevista, deixe um copo de água à mão. Você vai precisar! A água hidrata e beber de vez em quando dá aquele tempinho que você precisa para respirar e pensar. Só não beba no meio de uma fala.



Artigo também publicado no portal gcmais.com.br, em 18 de janeiro de 2021.


Mais dicas e orientações sobre currículo e entrevistas em www.crismoutella.com.br.


Photo by Ryan Mendoza on Unsplash


É proibida a cópia parcial ou total desse conteúdo sem a autorização expressa do autor. Lei 9610/98.


Ajudo você a ser sua melhor versão. Inspiradora, consultora, instrutora e escritora. Produtora de conteúdo, LinkedIn Influencer, criadora do grupo Precisamos Trabalhar e da Trilha da Recolocação®️. Longa vivência e empatia nas Relações Humanas e na aplicação do Marketing e da Comunicação Digital nas diversas áreas de negócios.

Entre em contato - linkedIn.com/in/crismoutella - Instagram @crismoutella - Canal Youtube


#consultoradecarreira #transformaçõespessoais #crismoutella #dicascrismoutella #dicasdacris





Posts recentes

Ver tudo

Cris Moutella

Consultora de Carreira, Desenvolvimento Profissional e Transformações Pessoais, Mentora, Instrutora e Escritora. Ajudo pessoas a se desenvolverem e se recolocarem no mercado através de autoconhecimento, protagonismo e marketing pessoal. Longa vivência e empatia nas Relações Humanas e na aplicação do Marketing e da Comunicação Digital nas diversas áreas de negócios. MBA em e-Business, Especialista em TI e Bacharel em Estatística. Artigos e livros publicados.

Mapa do site

© 2016-2020 por Cris Moutella Consultoria & Treinamento